Conceito de cientificidade na conceituação e reflexões do envelhecimento: narrativas pertinentes

Luiza Gabriela Santos Xavier, Mauricio Santos Martins Lopes, Keren Regina Silva, José Maria Montiel

Resumo


O objetivo deste estudo foi resgatar conceitos relevantes para atuação do processo de envelhecer, por meio de inferências relativas ao conceito de cientificidade. Destaca-se, que sem a pretensão de esgotar as temáticas abordadas, mas tentar diminuir as desigualdades em relação ao envelhecimento, especialmente aquelas pessoas menos favorecidas inseridas nas diversas esferas da sociedade. Em destaque se reforçou a criação de políticas públicas eficazes e adequadas no sentido básico de atendimento e acolhimento, como observado na atenção primaria a saúde ao idoso. Nisto ressalta-se o conceito de urgência para a temática de modo a minimizar a fragmentação do cuidado, o estigma social e garantir os direitos básicos para a pessoa idosa. Ainda sugere-se que estudos futuros devem abordar os aspectos do envelhecer com maior atenção e importância, especialmente aspectos os quais versem por iniciativas e práticas efetivas, tais como a importância das inter-relações nesta fase da vida. A literatura tem apontado diferentes iniciativas neste sentido, porém se observar entraves os quais dificultam ações realmente eficazes, tal sugestão é premissa nas diretrizes apresentadas por diversas organizações internacionais como fundamentais no processo de envelhecer.

Palavras-chave


Idoso; Intervenção; Prevenção e promoção social.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Diálogos Possíveis. ISSN impresso 1677-7603
ISSN eletrônico 2447-9047