Jogando com Viola, improvisando com Stanislavski

Raimundo Matos de Leão

Resumo


Este artigo trata de maneira bastante sintética do improvisacional de Viola Spolin e sua interface com a proposta de Constantin Stanislavski,”métodos” utilizados nos processos de ensino- aprendizagem nas aulas de improvisação teatral . Compreende-se a improvisação não só como uma das etapas iniciais desse processo , mas como desdobra-se ao longo da atividade criadora do interprete.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Diálogos Possíveis. ISSN impresso 1677-7603
ISSN eletrônico 2447-9047