A revolução pelos sentidos: traços surrealistas em A Fúria do Corpo em João Gilberto Noll

Miguel Heitor Braga Vieira

Resumo


Este trabalho tem como objetivo relacionar a obra A Fúria do Corpo (1981), de João Gilberto Noll, com concepções que remetam a uma escrita surrealista, indo além das ideias comuns da estética vanguardista proposta por André Breton e seus seguidores.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Diálogos Possíveis. ISSN impresso 1677-7603
ISSN eletrônico 2447-9047